PORTAL DA PARÓQUIA Nª Sª DO PÓPULO DE CALDAS DA RAINHA - «fazer da evangelização a expressão e o anúncio da caridade»

AVISOS

Informações da Semana de 29 de Novembro a 06 de Dezembro de 2015


1. Neste fim de semana decorre a Campanha do Banco Alimentar. Sejamos generosos.


2. Terça-feira, dia 01, celebramos a Eucaristia com o Renovamento Carismático, às 21H00.


3. Quinta-feira, dia 03, a recitação do Terço, às 18H15, é orientada pelo Apostolado da Oração.


4. Sexta-feira, dia 04, há Adoração do Santíssimo e Confissões, das 17H00 às 19H00. Somos os dois sacerdotes a confessar.


5. Sábado, dia 05, há Celebração da Eucaristia dos Primeiros Sábados em honra de Nossa Senhora, ás 09H30.

15H30 – Reunião dos Vicentinos e Vicentinas.

18H15 – Terço orientado pela Pastoral Familiar.


6. A Catequese, no Sábado, dia 05, orienta um tempo de reflexão e oração junto ao Presépio Vivo. São sessões, às 10H00, 11H00 e 12H00, animadas pelos Coros Paroquiais. Vai haver também a distribuição de postais de Natal. Procuremos participar, para que na nossa cidade se juntem às luzes a Luz da nossa Fé.


7. Domingo, dia 06, os Catequistas têm Recolecção, na Serra d’el Rei. Começa ás 09H30 e termina com Missa às 16H00.

As crianças que entraram pela primeira vez na Catequese, vão participar com seus pais, na Missa das 10H15.


8. Agora, à saída, estão os Escuteiros a solicitar à Comunidade que colabore para as despesas com o Presépio Vivo: vestimentas, para a caracterização de S. José e de Nossa Senhora e que ficam para o futuro.


9. Continua, à Sexta-feira, às 21H00, a Catequese de Adultos. Os interessados podem ainda integrar-se na Caminhada.


10. Já estão afixados os horários de Confissões para o Advento.

NOTÍCIAS

Ana Margarida Lucas iniciou o Noviciado

Por ocasião da Solenidade de São José a 19 de março, Ana Margarida Lucas e Marta Machado deram início ao Noviciado, "uma etapa de formação importante na vida consagrada".


As jovens da Congregação das Dominicanas de Santa Catarina de Sena fizeram o seu compromisso solene na capela evocada a S. José, no Largo de São Domingos de Benfica, em Lisboa.

 

Caldas da Rainha: Catequistas convocados a dar testemunho na comunidade

A Eucaristia presidida pelo Bispo Auxiliar de Lisboa D. José Traquina, e a conferência com o cónego Luís Manuel sobre ‘A audácia de buscar novos caminhos’, marcaram a Jornada Vicarial de Catequistas, nas Caldas da Rainha, no último Domingo, dia 18 de janeiro. Cerca de uma centena de catequistas da Vigararia Caldas-Peniche refletiram a sua missão evangelizadora à luz do Sínodo Diocesano 2016. Na homilia o bispo responsável pela Zona Pastoral Oeste realçou a “alegria do encontro com Cristo”, como função principal do catequista, dando testemunho da beleza cristã na sociedade atual através do seu “santuário interior”. “Quem se encontra com Jesus, passa a ter outra luz, já ninguém fica na mesma”, sustentou D. José Traquina, reforçando que é com “o amor humano e a consideração pelo próximo”, que o trabalho passa a ser interpretado com outra dimensão; “é com Jesus que tudo se torna realmente novo”. Lembrando todos aqueles que “influenciam bem o nosso testemunho”, o Bispo Auxiliar referiu que“a paciência e a dedicação” de um catequista e dos pais perante uma criança tem“um efeito de sementeira que se perlonga no tempo”. D. José Traquina garantiu que “o caminho da santidade” é o grande desafio para o tempo presente. “Nós podemos colaborar imenso na bondade do mundo com uma autenticidade e testemunho de vida; se transmitirmos esta experiência do encontro com Cristo, a sociedade beneficiará muito mais do nosso encontro”, manifestou. Ser exemplo - Para o diretor do Departamento de Liturgia do Patriarcado de Lisboa, cónego Luís Manuel, o catequista deve ser exemplo. “Hoje, o catequista consciente da sua missão tem de ser modelo de toda uma dimensão vivencial em comunidade, para a qual a evangelização é feita”, apontou o cónego Luís Manuel ao Jornal VOZ DA VERDADE sublinhando a “catequese nova”, que quando “testemunhada com ardor, vai ganhando raízes onde as pessoas vão crescendo na fé e na vida humana”. Segundo este sacerdote, que é também pároco da Sé de Lisboa, a fidelidade do ensino aos mais novos indica que um catequista, “por muita boa vontade que tenha”, tem de estar atualizado junto de uma formação “psicológica e pedagógica” das técnicas e comunicação. Aspetos essenciais, já que as crianças, jovens e adolescentes de hoje requerem uma “exigência de compreensão”, que não se fica pelo “anúncio simples e verdadeiro, é preciso dar-lhes substância” no contato individual consoante as características de cada um, certificou o sacerdote. Para o cónego Luís Manuel o Sínodo que os catequistas diocesanos estão a desfrutar não pode ficar pelo ‘sonho’: “Temos de ir ao encontro do próximo, porque nós cristãos vivemos com os outros e no meio dos outros”.
João Polónia info@joaopolonia.com (ler notícia)

Vigília de Oração Vicarial apela jovens à vigilância na preparação do Natal e fortalece-os com os sacramentos para a caminhada sinodal

Foi já em espírito de Advento, que a Juventude da Vigararia Caldas da Rainha/Peniche do Patriarcado de Lisboa retomou as suas atividades do novo ano pastoral, na Igreja paroquial de Carvalhal Benfeito no passado 28 de novembro. A fim de preparar o“verdadeiro” Natal, a vigília de oração animada pelo grupo juvenil local ‘Novo Rumo’, junto da comunidade daquela freguesia, desafiou dezenas de jovens das paróquias de Caldas da Rainha, Salir de Matos, Óbidos e Atouguia da Baleia, a colocar Jesus Cristo no “ponto alto” da vida quotidiana e a partilhá-lo em vigararia, através da graça do sacramento da Penitência diante da presença do Santíssimo Sacramento. O Natal para os jovens cristãos continua a não ser apenas uma ‘data bonita’ em que se partilha presentes e se dá demasiada importância ao comércio e àquilo que se inventa à volta dele. Para combater a tendência e alertar a sociedade civil, a juventude vicarial sublinhou interpelações do Papa Francisco, ajudando os crentes no modo como devem acolher o nascimento de Jesus na sua pobreza. “Perseverar na oração, ser mais concretos na caridade fraterna, aproximar-se mais de quem precisa e ter alegria ao louvar o Senhor”, são algumas das atitudes “corretas” que devem marcar o Advento. Como pároco do Carvalhal Benfeito e vigário da Vigararia Caldas da Rainha/Peniche, o padre Filipe Sousa disse ao JORNAL DAS CALDAS que o tempo de Advento apela à vigilância dos cristãos e prepara “a vinda de Jesus que nasce e quer vir ao nosso mundo encontrar um lar, uma casa para o receber, essa casa é o nosso coração”. Satisfeito com a participação dos jovens na noite de oração na sua freguesia, o sacerdote sustentou que estes encontros são ocasião para o aperfeiçoamento de uma “fé segura e alicerçada em Jesus Cristo; e quando confrontada que não vacilem e que sejam instrumentos de Deus”. João Polónia info@joaopolonia.com (ler notícia)

Jota Joti no Centro Escutista do Oeste apela escuteiros a difundir o seu ideal na vida quotidiana

Lançam-se as coordenadas para estabelecer contacto com outros grupos de escuteiros por todo o mundo. Através da rádio ou da internet, centenas de escuteiros, de norte a sul do país, rumaram ao Centro Escutista do Oeste (CEO), em Salir do Porto, Caldas da Rainha, de 17 a 19 de outubro, para participar na atividade internacional JOTA JOTI (Jamboree On The Air - Jamboree On The Internet). Além de várias atividades para os escuteiros das quatro seções do Corpo Nacional de Escutas (CNE), este ano a estação nacional do 57º JOTA e 18º JOTI, realizou pela primeira vez a iniciativa mundial no CEO, marcada por uma Eucaristia presidida pelo novo Bispo Auxiliar do Patriarcado de Lisboa, e pela tomada de posse da junta de núcleo do Oeste. Durante a celebração eucarística, D. José Traquina foi lembrado como um escuteiro e dirigente “dedicado” na edificação do Núcleo do Oeste, de onde é natural (Évora de Alcobaça), e homenageado pelo chefe nacional por aquilo que representa hoje para cada um dos escuteiros na “doação total ao serviço dos outros”. “O CNE pode e deve ser também um viveiro de vocações para o serviço da comunidade”, alertou aos jovens o responsável da junta central fomentando o valor e o exemplo do escuteiro José Augusto Traquina. Inserido nas comemorações dos 90 anos do CNE e na primeira atividade nacional escutista, que participou, o Bispo Auxiliar recebeu do chefe Norberto Correia uma lembrança, símbolo do episcopado e também do escutismo, com o repto de “compartilhar connosco, a alegria de sermos Igreja todos em conjunto”. D. José Traquina dirigiu-se em primeiro lugar à Junta de Núcleo do Oeste, que renovou o mandato em tomada de posse, para qualificar a“responsabilidade acrescida” por ser o núcleo mais antigo da Região de Lisboa, e pela “belíssima tradição na formação da juventude, que continua a dar bons frutos ao longo dos anos, nesta Zona Pastoral do Oeste, onde fiz e agora faço parte como bispo responsável”. D. José Traquina disse ao JORNAL DAS CALDAS que o ideal de vida em grupo não pode ficar numa realidade apenas associada ao escutismo, "tem de ser levado para a vida de adulto no quotidiano". "Ninguém pode ser feliz sozinho, colaborar para deixar o mundo melhor, não é só deixar o campo bem arrumado, é depois no próprio mundo transformar como ideal de vida", reforçou o novo Bispo Auxiliar, que assume também a responsabilidade pela Zona Pastoral Oeste do Patriarcado de Lisboa. 

João Polónia info@joaopolonia.com (ler notícia)

Início do Ano Pastoral paroquial desafia caldenses à edificação do projeto de Deus

“É um ano certamente muito importante marcado pela proposta que o nosso bispo nos faz a toda a diocese, propondo-nos um sínodo diocesano com o lema ‘o sonho missionário de chegar a todos’. Sínodo, que significa caminho que se faz com, aponta-nos para um grande trabalho em comunidade. É necessário também encontrarmo-nos em tempos de convívio, para conhecermo-nos mais e partilharmos em conjunto”. As palavras são do pároco cónego Joaquim Duarte, durante a Eucaristia vespertina de 4 de outubro, que solenizou a abertura do Ano Pastoral 2014/2015, caracterizando as prioridades dos paroquianos de Caldas da Rainha para um “ano de graça”, de vivência profunda em comunhão, tornando-os úteis no testemunho e no amor ao próximo. Na Igreja Nossa Senhora da Conceição e perante a comunidade paroquial reunida, o sacerdote na sua homilia disse que o sínodo diocesano, convocado pelo Patriarca de Lisboa D. Manuel Clemente para 2016, começa agora e deve mover já os cristãos a levar a todos a salvação que brota da cruz. Segundo o presbítero, é neste ambiente festivo que a Palavra de Deus há de estimular um ano muito particular de “conversão e regresso a Deus, na Igreja que é santa, apesar do peso do pecado dos seus membros”. O padre Joaquim Duarte lembrou os presentes que segundo as últimas estatísticas realizadas na paróquia, só 6% da população existente na cidade, participa na vida comunitária de fé junto dos sacramentos. Preocupado com esta realidade, que“infelizmente” não tem sofrido alterações nos últimos anos, o pároco diz que é urgente reforçar a comunicação através do “testemunho e do exemplo daqueles que são crentes no Senhor”, para dar a conhecer Jesus Cristo vivo e ressuscitado aos restantes“94% de irmãos nossos que Deus ama e quer fazer caminho com todos”. João Polónia info@joaopolonia.com
(ler notícia) | (ver vídeo)

Sacerdotes do Oeste tomam posse em paróquias lisboetas

Os padres, Valter Malaquias natural de Usseira, Óbidos, e Miguel Pereira de Atouguia da Baleia, que nos últimos quatro anos esteve como coadjutor nas paróquias de Caldas da Rainha e Coto, tomaram posse em Lisboa, como párocos nas paróquias de São Francisco de Paula, Santos-o-Velho e Alcântara, respetivamente. As celebrações eucarísticas empossadas pela mão do Bispo Auxiliar do Patriarcado de Lisboa D. Joaquim Mendes, no passado 14 de setembro, tiveram a participação de centenas de caldenses e oestinos, no dia em que a Igreja Católica celebrou a Festa da Exaltação da Santa Cruz. No final da manhã em Santos-o-Velho, D. Joaquim Mendes, na sua homilia, realçou a cruz como símbolo principal da própria fé, que expressa “o sinal mais eloquente do amor de Deus em Jesus, que nos amou até ao fim, até ao limite do que é possível amar”. O Bispo Auxiliar sustentou que a prioridade dos cristãos passa por “redescobrir e valorizar a cruz como caminho de salvação, de triunfo, de libertação do pecado e de esperança”, conduzidos por Cristo em sentido único pela via do amor ao próximo. Abraçar a cruz segundo D. Joaquim Mendes é sinónimo de “dar a vida e perdê-la por amor para a eternizar”, com o dever de vivê-la sempre em comunidade e em família, como “dom que se dá aos outros e não como dom para conservar, acabando por a perder”, consequência da “cultura do bem-estar”. “A cruz fala-nos de amor e não nos pode deixar insensíveis e indiferentes; é a cruz, o amor de Deus, em Jesus, que nos deve mover no caminho sinodal, na realização do ‘sonho missionário de chegar a todos’, de levar a todos a salvação que brota da cruz”, reforçou o prelado alertando os cristãos da Zona Pastoral Oeste da Diocese de Lisboa para a importância do próximo sínodo diocesano, convocado pelo Patriarca D. Manuel Clemente. João Polónia info@joaopolonia.com (ler notícia)

Salir de Matos: Primeira pedra do futuro Centro Pastoral apela à edificação da comunidade

Ao celebrar o padroeiro Santo António em dia de Solenidade da Santíssima Trindade, a 15 de junho, os paroquianos de Salir de Matos viram o primeiro passo do projeto do Centro Pastoral, ambicionado há décadas, finalmente concretizado. O pároco, padre Filipe Sousa, durante a procissão pelas ruas da localidade, benzeu a primeira pedra e o espaço envolvente em construção, com apelos à “comunhão alicerçada em Deus”. “Quando nós procurarmos viver e entendermo-nos uns com os outros, com os aborrecimentos, as chatices e os feitios, mas estarmos juntos; quando mais depressa sairmos de nós mesmos, sendo uma comunidade à maneira da Santíssima Trindade, mais depressa também aquela casa se irá construir, perlongando no tempo a comunidade humana”, manifestou o padre Filipe na homilia da missa festiva. Segundo o sacerdote, a autossuficiência é uma ilusão. Um dos “perigos” da atualidade e de todos os tempos é “pensar que somos capazes de fazer tudo sozinhos e não precisarmos dos outros”, porque existem pessoas “bastante complicadas, que nos dão problemas e as quais até não simpatizamos”, acabando por evitar o envolvimento com o próximo e pedir auxilio. “A nossa realização pessoal só se concretiza quando entramos em comunhão uns com os outros, acontece sim, quando estamos unidos e juntos conseguirmos ultrapassar as dificuldades; solitários, sozinhos, autossuficientes, não vamos a lado nenhum”, sublinhou o padre Filipe Sousa, alertando os cristãos para a necessidade urgente da construção da comunidade, em verdadeira comunhão. A bênção da primeira pedra do futuro Centro Pastoral foi o momento mais esperado pela população, que contou com a presença do anterior pároco, padre Eduardo Gonçalves, e dos autarcas locais, cooperadores da obra a edificar. Durante a cerimónia foi assinado um documento pelas entidades responsáveis, comprovativo da realização do acontecimento, devidamente fechado e colocado numa das sapatas da obra, “para conhecimento das gerações futuras” integrando “um elemento histórico da paróquia de Santo António de Salir de Matos”. João Polónia/Voz da Verdade (ler notícia)

Com Jesus Cristo não existe «limites nem fronteiras» para amar o próximo

Caldas da Rainha, Lisboa, 18 abr 2014 (Ecclesia) – O bispo auxiliar de Lisboa, D. Nuno Brás presidiu, esta quinta-feira, à Missa da Ceia do Senhor na Igreja paroquial de Caldas da Rainha dando início às celebrações do Tríduo Pascal da Morte e da Ressurreição de Cristo, com apelos à união e presença viva dos cristãos no amor ao próximo. Com o desejo de que a celebração não fosse uma “reportação de acontecimentos passados”, D. Nuno Brás exteriorizou que Deus nunca fica para a história, “é vivo” e sempre atuante na vida comunitária de fé. Lembrando que os crentes “sepultados com Cristo na morte, com Cristo ressuscitarão para a vida”, D. Nuno Brás disse que tal como os discípulos e os habitantes de Jerusalém de há 2000 anos, também os cristãos hoje estão presentes nestes acontecimentos, “ultrapassando o tempo e o espaço”, com a convicção de que “Deus vem ao nosso encontro e faz-se presente para cada um de nós”. “Jesus é o verbo feito carne, o Deus feito homem, mas nada disso poderia ser redentor, nada disso nos poderia salvar e transformar verdadeiramente a nossa vida, se Ele não fosse o amor até ao fim, quer dizer, até ao final da sua vida e até ao máximo que é possível amar”, declarou ao iniciar a sua homilia. O bispo auxiliar de Lisboa garante que “aquele que se deixa invadir pela caridade, pelo amor que encontra a sua fonte em Deus, deixa de amar com o seu coração para que seja o próprio Deus a amar em si”. “Quando se fala em caridade é este amor que queremos referir, não aquilo a que o ser humano não raras vezes chama amor, mas que se resume à junção de dois egoísmos”, alertou D. Nuno Brás exprimindo que são muitos os que por si mesmos se oferecem “sem limites nem fronteiras em favor do próximo que necessita”, e em grande número outros antes de olharem para os seus interesses, “procuram sobretudo os interesses da humanidade”. Durante a homilia, o bispo responsável pela Zona Pastoral Oeste do Patriarcado de Lisboa apontou que é “o amor” que manifestará na “ajuda concreta imediata e gratuita” de todos quantos precisam de auxílio. É com o mesmo amor que “transforma os profissionais cristãos em testemunhas vivas e concretas de Deus”, é com a mesma ligação afetiva espiritual que estará “sempre em ação, sempre desperto e disponível para o serviço” do bem comum, “é esse amor divino que não pode deixar de estar presente, sempre que damos testemunho da verdade de Deus por palavras ou obras”, sublinhou. Agência Ecclesia João Polónia/Luís Filipe Santos (ler notícia)

Vigília de oração vicarial convida jovens a fomentar o perdão do acolhimento através da Evangelização

A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Anunciação da Tornada, no concelho de Caldas da Rainha, acolheu uma vigília de oração organizada pela Juventude da Vigararia Caldas da Rainha-Peniche, no passado dia 3 de janeiro. A celebração presidida pelo coadjutor caldense padre Miguel Pereira apelou a quatro dezenas de jovens, animadores e alguns elementos da comunidade paroquial local, ao anúncio urgente do “amor de Deus” na vida quotidiana, através do perdão e da conversão, recebidos na graça do sacramento da Penitência. “Às vezes parecemos bem fracos nas nossas ações, todos nós, mas a verdade é que existe no nosso coração a possibilidade de Deus nos querer, para anunciarmos o seu amor e a sua vida, e fazer com que a nossa vida seja para todos, o lugar do mistério de Deus”, manifestou o padre Miguel no início da sua homilia. Os cristãos depois de viverem o Advento saborearam o tempo do Natal até 12 de janeiro, dia em que a Igreja Católica assinala a festa litúrgica do Batismo do Senhor. Embora estas festividades sejam ocasiões diferentes, o sacerdote considera que existe “uma grande continuidade entre os dois grandes momentos”, porque um prepara o outro e “prepara o nosso coração ao acolhimento”, pois “só” quando se concretiza deste modo é que a vida cristã se renova, capaz de “transformar os que estão à nossa volta”. (ler notícia) | (ver vídeo)

Paroquianos iniciam o tempo litúrgico de preparação para o Natal

Os cristãos da Paróquia de Nossa Senhora do Pópulo de Caldas da Rainha participaram em grande número nas celebrações do 1º Domingo do Advento. Na última Eucaristia do dia, na Igreja de Nossa Senhora da Conceição, o coadjutor padre Luís Pedro presidiu à celebração exortando os crentes à “vigilância”, como atitude fundamental do cristão. A Igreja Católica assinalou no passado domingo o começo de um novo ano no seu calendário litúrgico, que inicia com o chamado tempo de Advento, incluindo os quatro domingos anteriores ao Natal. O Advento, cuja palavra de origem latina significa “vinda” ou “chegada”, é um tempo penitencial marcado pelo convite à vigilância, arrependimento e reconciliação com Deus. As suas três primeiras semanas recordam sobretudo a segunda e última vinda de Cristo à Terra, esperada pelos cristãos para o fim dos tempos. A coroa de ramos verdes com quatro velas, que se acendem aos domingos, bem como na armação do presépio, são práticas cristãs atuais manifestadas em muitas comunidades paroquiais neste tempo de reflexão. (ler notícia)

Centro Social Paroquial de Caldas da Rainha celebra 20º aniversário

O Centro Social Paroquial de Caldas da Rainha iniciou as comemorações do 20º aniversário da instituição com Eucaristia presidida pelo Bispo Auxiliar de Lisboa, D. Nuno Brás, no passado 28 de outubro, dia em que a Igreja Católica celebrou a festa litúrgica dos Apóstolos S. Simão e S. Judas. A capela do centro social tornou-se pequena para acolher as dezenas de cristãos, dirigentes e funcionários que fizeram questão de participar na celebração eucarística evocativa dos 20 anos da instituição edificada na cidade. Já em ambiente festivo, os cristãos visualizaram um vídeo sobre o aniversário do centro social paroquial, com testemunhos dos funcionários, utentes e órgãos sociais, no auditório das novas instalações. Estiveram representadas as autoridades locais, membros de instituições de ação social e de solidariedade, o padre Virgílio Francisco, presidente da UDIPSS de Leiria, Vitor Marques, presidente da União de Freguesias de Nossa Senhora do Pópulo, Coto e S. Gregório, entre outras entidades. Um grupo de alunos do Conservatório de Caldas da Rainha abrilhantou a cerimónia com uma atuação composta por diversos instrumentos musicais. “Nesta circunstância nós temos presentes, os vivos que trabalham e os utentes, mas também todos aqueles que ao longo destes anos serviram e já faleceram”. Foi com estas palavras que o pároco cónego Joaquim Duarte iniciou a celebração eucarística, com a “intenção profunda” de “estarmos com eles no mistério de Cristo Nosso Senhor, que lhes dá, como Ele só pode dar, a recompensa dos seus trabalhos”. (ler notícia) | (ver vídeo)

Patriarca dá posse ao padre Gianfranco na Paróquia da Benedita

Mais de mil pessoas participaram na Eucaristia de Tomada de Posse do padre Gianfranco Ventura Bianco, empossada pelo Patriarca de Lisboa D. Manuel Clemente na Igreja paroquial da Benedita, a 29 de setembro. O sacerdote diocesano, pároco desde 2001 em Atouguia da Baleia, concelho de Peniche, ocupou o lugar do padre Armindo Reis, que juntamente com o coadjutor Jorge Doutor realizou um trabalho de ação pastoral de 11 anos. A celebração eucarística reuniu os cristãos das duas vigararias mais a norte do Patriarcado de Lisboa (Alcobaça - Nazaré e Caldas da Rainha - Peniche), contou com a concelebração de dezenas de presbíteros e diáconos diocesanos, e teve forte presença das paróquias de Atouguia da Baleia e Peniche, juntando as comunidades locais representadas pelos diversos movimentos. “É normal na Igreja haver renovação dos pastores das Comunidades porque ajuda a não nos instalarmos e a procurar ser a Igreja viva de Jesus Cristo em cada tempo”, refere documento publicado no sítio da Paróquia de Nossa Senhora da Encarnação de Benedita. Segundo a mesma fonte, a mudança de Pároco naquela vila acontece no seguimento do pedido pelo mesmo, manifestado ao Cardeal-Patriarca de então, D. José Policarpo, sobre “a disponibilidade para outra experiência pastoral” devido aos onze anos concretizados na paróquia. O Cardeal decidiu então preparar a mudança para o próximo ano pastoral, sendo que o Decreto de Nomeações foi assinado, pela primeira vez, pelo novo Patriarca Dom Manuel III a 11 julho de 2013, no âmbito da Festa Litúrgica de São Bento.

(ler notícia) | (ver vídeo)

Padre Luís Pedro celebra o segundo aniversário como pároco de Santa Catarina

“Dou graças a Deus por aqueles que ao longo destes anos foram comigo fazendo este caminho, um caminho de entrega, com momentos com altos e baixos, com momentos bons e momentos menos bons, mas o caminho é este de Deus na nossa vida. Recordo a minha família, o primeiro Bispo de Santarém D. Francisco Marques e também o Patriarca Emérito D. José Policarpo, que foi com ele que tratei de todo o processo de incardinação, para mim é sempre um marco na minha vida, visto que foi ele que me acolheu na Diocese de Lisboa”. Foi com estas palavras que o padre Luís Pedro iniciou a celebração eucarística na Igreja paroquial de Santa Catarina, concelho de Caldas da Rainha, a 22 de setembro, na comemoração dos dois primeiros anos de ação pastoral após tomada de posse naquela vila. (ler notícia) | (ver vídeo)

Jovem caldense recebe santo hábito e consagra-se à Ordem Franciscana

A Ordem Franciscana, no Convento de Varatojo, em Torres Vedras, celebrou cinco novas profissões religiosas e a tomada do santo hábito franciscano de nove novos noviços de Portugal, Moçambique e Timor Leste, nos dias 6 e 7 de setembro. O jovem Márcio Carreira, de 24 anos, natural de Caldas da Rainha da paróquia de Nossa Senhora da Anunciação de Tornada, após um ano no pré-seminário em Leiria, tomou o santo hábito no convento do Varatojo e concretizou o compromisso à vida consagrada franciscana. No sábado, véspera do dia em que a Igreja Católica celebra a Natividade de Santa Maria, o padre Vitor Melícias, provincial da Província Portuguesa presidiu à celebração eucarística participada por uma centena de cristãos, onde cinco noviços realizaram os seus primeiros votos temporários. O grupo contava com um português e dois timorenses, que vão estudar Teologia no Centro Regional de Braga, da Universidade Católica Portuguesa. Durante a tarde de sexta-feira, a capela do convento recebeu a celebração de tomada de hábito e sua admissão, ao noviciado de nove novos noviços, dois portugueses, quatro de Timor Leste e três de Moçambique. O Patriarca de Lisboa D. Manuel Clemente marcou presença no ato que marca o primeiro ano de preparação dos futuros frades. (ler notícia completa) | (ver vídeo)

Padre Mário Campos toma posse nas Paróquias de Tornada e Salir do Porto

Depois de seis meses como pároco das paróquias de Nossa Senhora da Anunciação da Tornada e Nossa Senhora da Conceição de Salir do Porto, o padre Mário Campos, que comemora em pleno Ano da Fé, 25 anos de sacerdócio, recebeu a tomada de posse solene pelo Bispo Auxiliar do Patriarcado de Lisboa, D. Nuno Brás, no passado domingo dia em que a Igreja Católica celebra a Natividade de Santa Maria. A celebração eucarística decorreu no Adro da Igreja Matriz, junto ao Centro Pastoral de Tornada, participada por quatro centenas de cristãos, vindos da Pontinha, localidade que viu nascer a vocação sacerdotal de Mário Campos; de Salir do Porto e dos lugares da paróquia de Tornada (Campo, Chão da Parada e Reguengo da Parada). A tomada de posse contou ainda com a concelebração do pároco de Caldas da Rainha, cónego Joaquim Duarte e do padre Rui Gregório, que recentemente deixou as comunidades paroquiais de Serra do Bouro e Tornada. (ler notícia) | (ver vídeo)

Equipas de Nossa Senhora celebram Dia da Região Oeste

As Equipas de Nossa Senhora (ENS) dos Setores de Caldas da Rainha e de Torres Vedras celebraram o Dia da Região Oeste num convívio que marcou o encerramento das suas atividades do ano 2012-2013, participado por duas centenas de cristãos, no Santuário do Senhor Jesus do Carvalhal a 16 de junho. Num ambiente descontraído e de festa, o encontro reuniu os casais do movimento, das equipas de Alcobaça, Benedita, Alfeizerão, Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche e Torres Vedras, que juntamente com seus familiares e amigos viveram um dia marcado pela oração e partilha. Também as Equipas de Jovens de Nossa Senhora (EJNS), equipas Caldas 3, Torres 14 e Torres 15, que recentemente realizaram o seu compromisso, participaram neste dia deixando a confirmação de caminhada de dois anos de existência. Diante da presença de responsáveis do Secretariado Nacional das EJNS pelo Setor da Expansão, foi ainda apresentado os elementos da nova equipa de Alfeizerão. (ler notícia) | (ver vídeo)

Foz do Arelho mantém viva tradição da Procissão da Lagoa

A comunidade da Foz do Arelho, da paróquia de Serra do Bouro, concretizou mais uma vez a tradicional Procissão da Lagoa, com a presença da imagem de Nossa Senhora de Fátima, na noite do passado dia 15. Os pescadores e mariscadores da Foz do Arelho, Nadadouro e Vau, que se dedicam habitualmente a atividades económicas, desportivas e de lazer, com as suas embarcações engalanadas, ladearam a passagem da Virgem Maria, iluminando a maior lagoa costeira da Europa. (ler notícia) | (ver vídeo)

Peniche acolhe procissão de velas na Semana da Fé

Para celebrar de forma especial o ‘Ano da Fé’, o Papa emérito Bento XVI decretou a Semana da Fé. A iniciativa arrancou no Dia da Igreja Diocesana (26 de maio) e terminou na Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, que pela primeira vez foi celebrada sem ser feriado em Portugal. O Cardeal José Policarpo, Administrador Apostólico da Diocese de Lisboa convidou os diocesanos a acentuar o desafio de coerência com a Fé, recebida como o mais precioso dom de Deus, à luz do testemunho simples de Pastor do Santo Padre. Durante a Semana da Fé, em Peniche, a Vigararia de Caldas da Rainha - Peniche assinalou o acontecimento com a realização de uma procissão de velas com a Imagem da Virgem de Fátima, presidida pelo Bispo Auxiliar de Lisboa D. Nuno Brás, vivida e participada por cerca de um milhar de cristãos, dos concelhos de Caldas, Óbidos e Peniche, dando o seu testemunho público da fé pelas ruas da cidade piscatória, rumo ao Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, no passado dia 31 de maio. (ler notícia)

Aldeia do Carvalhal celebra Solenidade do Corpo de Deus

A Solenidade litúrgica do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, popularmente conhecida como Corpo de Deus, foi celebrada este ano pela primeira vez em Portugal a um Domingo, no passado dia 2 de junho, sem feriado no nosso país. Na aldeia do Carvalhal, concelho do Bombarral, também o pároco padre José Luís Guerreiro presidiu pela primeira vez a esta festa que acarreta raízes medievais, deixando o convite a cerca de uma centena de cristãos, membros do Corpo de Cristo que é Igreja, a ser cada vez mais a presença de Deus no meio da cidade dos homens, apelando ao testemunho de vida sem medo e sem vergonha convidando a todos a deixar-se encontrar pelo Salvador. (ler notícia) | (ver vídeo)

D. José Policarpo consagra pontificado do Papa Francisco a Nossa Senhora de Fátima

Na celebração de 13 de maio em Fátima, o Cardeal-Patriarca de Lisboa emérito, D. José Policarpo consagrou o pontificado do Papa Francisco à Virgem Maria, concretizando o pedido do mesmo. A Peregrinação Internacional Aniversária dos 96 anos da primeira aparição de Nossa Senhora, uma das mais participadas dos últimos tempos, teve como tema ‘A Deus nada é impossível’ e foi presidida por D. Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, Brasil, que igualmente dedicou a Maria a Jornada Mundial da Juventude, deste ano, assim como, os jovens do mundo inteiro. 

(ler notícia) | (ver vídeo)

Peniche acolhe encerramento do Cursilho de Cristandade de Senhoras 447

O Movimento dos Cursilhos de Cristandade da região Oeste dinamizou o 447º Cursilho de Senhoras da Diocese de Lisboa, de 10 a 13 de Abril em Fátima, com a participação de vinte novas cursilhistas dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos e Peniche. Num ambiente de grande festa, emoção e muita alegria, a clausura de encerramento do cursilho realizada este ano na cidade piscatória de Peniche, acolheu as novas cursilhistas no Auditório Municipal, desafiando-as a testemunhar a descoberta e o encontro vivido com Jesus Cristo naqueles dias. (ler notícia)

Equipas de Jovens de Nossa Senhora do Oeste concretizam compromisso

Cerca de 500 equipistas do movimento Equipas de Jovens de Nossa Senhora (EJNS), com sectores representados um pouco por todo país, viveram o Encontro Nacional (EN) em Fátima nos dias 12, 13 e 14 de abril, com o tema das Jornadas Mundiais da Juventude: ‘Ide e fazei discípulos entre todas as nações’. No Oeste, as Equipas Caldas 3, Torres 14 e Torres 15, realizaram o seu compromisso, na Eucaristia dominical, tornado o momento marcante num gesto de união e alegria, ao dizerem o seu ‘sim’ a Nossa Senhora diante o movimento e a Igreja. (ler notícia) | (ver vídeo)

D. Joaquim Mendes convida cristãos ao testemunho do perdão e da paz, na Procissão dos Passos no Carvalhal

Passo a passo, duas centenas de cristãos participaram na Procissão do Senhor dos Passos no Carvalhal, concelho do Bombarral, dando início a uma caminhada de fé e conversão. No 5º Domingo da Quaresma, dia 17 de março, o Bispo Auxiliar de Lisboa D. Joaquim Mendes presidiu à celebração desafiando os fiéis a seguir os passos de Jesus Cristo, tomando a sua cruz, e com confiança e esperança, acreditar no triunfo da vida sobre o sofrimento e a morte. Com início na Igreja do Santíssimo Sacramento do Carvalhal, a Procissão do Senhor dos Passos, símbolo e expressão da fé cristã que retrata a caminhada de Jesus até ao Calvário, local onde foi sacrificado e deu a vida pelos homens, convidou os fiéis a percorrer as ruas da aldeia até ao Santuário. Transportando as imagens de Jesus e da Santíssima Virgem, os peregrinos prosseguiram “a via cristã da salvação”, com o apelo à renúncia do pecado, à rejeição de tudo aquilo que “não é digno da identidade cristã, para recuperar a vida e a alegria que o Senhor nos oferece na sua Páscoa”, manifestou D. Joaquim Mendes, proclamando o sermão do encontro no centro histórico da localidade. (ler notícia)

Caldas acolhe centenas de jovens na Jornada Vicarial da Juventude

Integrado no programa da Visita Pastoral à Vigararia Caldas – Peniche, duas centenas de jovens e adolescentes dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos e Peniche atravessaram a Porta da Fé, na cidade caldense, nos dias 2 e 3 de março, participando de forma dinâmica na Jornada Vicarial da Juventude - Caldas Alive. Cada grupo partiu da sua paróquia, acompanhado por seminaristas do Seminário Maior de Caparide em Lisboa, com a missão de fazer uma “caminhada com Jesus”, a fim de percorrer “a porta que projeta num caminho novo”, em peregrinação a pé, em direção à Igreja de Nossa Senhora do Pópulo. (ler notícia)

Visita Pastoral encerra nas Caldas da Rainha com mensagem do Cardeal-Patriarca

Mais de mil pessoas participaram na Eucaristia de encerramento da visita pastoral à Vigararia de Caldas da Rainha-Peniche, presidida pelo Bispo Auxiliar de Lisboa D. Nuno Brás no Pavilhão do Arneirense, no passado dia 3, ao celebrar o 3º Domingo da Quaresma. A ausência do Cardeal-Patriarca de Lisboa na celebração era esperada, devido à participação no Conclave com os cardeais de todo o mundo em Roma a fim de eleger o próximo Papa, no entanto D. José Policarpo fez questão de enviar uma mensagem em formato de vídeo, visualizada durante a missa, que acabou por surpreender os cristãos da vigararia presentes. (ler notícia)

Visita Pastoral a Tornada e Salir do Porto exprime um sinal de conversão e união entre cristãos

Os Bispos Auxiliares de Lisboa, D. Nuno Brás e D. Joaquim Mendes visitaram as Paróquias de Tornada e Salir do Porto, respetivamente, no âmbito da Visita Pastoral à Vigararia, nos dias 16/17 fevereiro. Celebrando I Domingo da Quaresma, os responsáveis da diocese desafiaram os cristãos a aprofundar o testemunho pessoal e comunitário de fé, através da partilha em comunidade. No Centro Pastoral, num encontro com os membros das Comissões, Catequistas, Ministros da Comunhão e Acólitos,do Campo,Chão da Parada, Reguengo da Parada e Tornada. (ler notícia)

Cardeal-Patriarca convida centros sociais paroquiais a darem testemunho de caridade

D. José Policarpo reuniu as direções dos centros sociais paroquiais em Santa Catarina, concelho de Caldas da Rainha, por ocasião da visita pastoral à Vigararia com o tema “Confirmados na Fé dos Apóstolos”, desafiando as instituições a renovarem a frescura da caridade. Na noite de 25 de janeiro, o encontro contou com a presença do Centro Paroquial de Bem-Estar Social de Atouguia da Baleia, Centro Social Paroquial de Caldas da Rainha, Centro Social Paroquial de Nossa Senhora das Mercês de Carvalhal Benfeito, Centro Solidariedade e Cultura de Peniche, Centro Social Paroquial de Santa Catarina e Centro Social Paroquial de Nossa Senhora da Piedade dos Vidais, e o movimento de Óbidos Guias de São Lourenço. (ler notícia)

D. José Policarpo inicia Visita Pastoral em Peniche

O Cardeal-Patriarca de Lisboa deu início à Visita Pastoral da Vigararia Caldas - Peniche, no passado dia 13 de janeiro, alertando os cristãos para a urgência de reviverem a fé em comunhão com a Igreja. Até ao dia 3 de março, D. José Policarpo e os seus Bispos Auxiliares percorrem as 25 paróquias que compõem a vigararia, referentes aos concelhos de Peniche, Óbidos e Caldas da Rainha. Em pleno centro histórico da cidade piscatória, num encontro realizado no Auditório Stella Maris, o Patriarca de Lisboa reuniu-se com os Conselhos Pastorais e Económicos das respetivas paróquias da vigararia. (ler notícia)

Jovem caldense parte em missão para Timor Leste

Ana Margarida Lucas natural de Caldas da Rainha, voluntária do grupo de Voluntariado Teresa de Saldanha da Congregação das Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena em Lisboa, partiu em missão para as montanhas de Timor, a fim de dar continuidade ao projeto que visa contribuir para o desenvolvimento comunitário humano e cristão, e o ensino da língua portuguesa. A jovem caldense de 28 anos é licenciada em sociologia e partiu na companhia de Marta Machado, professora do 1º ciclo de 26 anos da paróquia de Nova Oeiras, que para além de voluntária.. (ler notícia)

D. José Policarpo inicia o Ano da Fé em Lisboa

O Cardeal-patriarca abriu o Ano da Fé a 25 de outubro, dia da Dedicação da Igreja Catedral de Lisboa, mobilizando toda a diocese a meditar nas exigências da fé, no que diz respeito ao sofrimento e à vida. A celebração contou com a participação de mais de três mil pessoas, com forte presença das paróquias do Oeste, entre as quais, algumas dezenas de cristãos de Caldas da Rainha que se deslocaram à capital na companhia do pároco cónego Joaquim Duarte, não sendo alheio o facto do cardeal-patriarca ser caldense. (ler notícia)

Dois mil fiéis intercedem a Nossa Senhora em procissão de velas pela cidade No dia em que o Cardeal-Patriarca de Lisboa D. José Policarpo abriu o Ano da Fé em Portugal, cerca de duas mil pessoas participaram à noite numa manifestação marcada pela fé e devoção a Nossa Senhora de Fátima, com Eucaristia e procissão de velas pelas ruas de Caldas da Rainha. Muitos cristãos iniciaram a peregrinação do 13 de outubro com a celebração eucarística na Igreja de Nossa Senhora da Conceição, presidida pelo pároco cónego Joaquim Duarte, frisando que a presença de Maria “enriquece a realidade da Igreja viva, que somos todos nós batizados”. (ler notícia)

Centenas testemunham tomada de posse do Padre David Palatino

O padre David Palatino, natural do Bairro Senhora da Luz, foi empossado pároco das paróquias de Aldeia Galega da Merceana, Aldeia Gavinha e São Miguel de Palhacana, do concelho de Alenquer, pelo Bispo Auxiliar de Lisboa D. Nuno Brás, no passado mês, mobilizando centenas de cristãos dos concelhos de Óbidos, Caldas da Rainha e Bombarral. Na Eucaristia de tomada de posse na Igreja paroquial de Nossa Senhora dos Prazeres de Aldeia Galega da Merceana, foi ainda apresentado como coadjutor o padre João Sobreiro, natural de A-dos-Francos do concelho de Caldas da Rainha (ler notícia)

Paróquia das Caldas dá início ao novo ano pastoral

A Paróquia de Nossa Senhora do Pópulo de Caldas da Rainha reuniu os cristãos da cidade, para solenizar a abertura do ano pastoral 2012/2013, nas quatro eucaristias dominicais do passado dia 23 de setembro, presididas pelo pároco cónego Joaquim Duarte na companhia dos seus coadjutores, Miguel Pereira e Luís Pedro. Na Eucaristia das 19h, o padre Joaquim explicou na sua homilia que a data escolhida para marcar o início do ano de atividades foi “a possível”, para que as missas pudessem ser celebradas pelos “três padres que servem a paróquia”. (ler notícia)

Eucaristia marca comemorações dos 500 anos do Livro do Compromisso das Caldas

No dia em que a Igreja Católica celebra a Solenidade da Assunção da Virgem Santa Maria ao Céu, cuja memória litúrgica foi recordada no passado 15 de agosto, o Centro Hospitalar Oeste Norte em conjunto com o Museu do Hospital e das Caldas associou-se à celebração eucarística solene presidida por D. Nuno Brás, Bispo Auxiliar de Lisboa na Igreja de Nossa Senhora do Pópulo, que pela primeira vez visitou a cidade de Caldas da Rainha. (ler notícia)

Reflexos do VII Encontro Mundial das Famílias em Milão apresentado na Benedita

O Setor da Pastoral Familiar de Lisboa esteve no passado dia 8 na Benedita, a fim de apresentar a uma centena de cristãos, de várias localidades da Diocese de Lisboa, os aspetos principais do VII Encontro Mundial das Famílias, que ocorreu no início de junho em Milão. O JORNAL das CALDAS falou com o casal responsável pelo Setor da Pastoral Familiar do Patriarcado de Lisboa, Maria da Conceição e o diácono José Paulo Romero, o qual fez um balanço enriquecedor do evento. (ler+)

S. Josemaria Escrivá recordado nas Caldas

 

O dia de S. Josemaria Escrivá, fundador do Opus Dei foi celebrado um pouco por todo país a 26 de junho. Nas Caldas da Rainha, a memória litúrgica do santo canonizado em 2002 foi lembrada na Eucaristia paroquial, presidida pelo padre Enrique Calvo e concelebrada pelo prior cónego Joaquim Duarte, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição. (ler notícia)

Padre David Palatino celebra Missa Nova em Óbidos

“Jesus, ao olhar para aquela multidão, que afirma parecerem ovelhas sem pastor, sentiu compaixão delas. Este sentimento permanece ainda hoje: Jesus continua a ter compaixão por este Povo que tanto ama. Foi por isso que Ele me chamou e consagrou, é por isso que hoje me encontro aqui a celebrar convosco a primeira Eucaristia, respondendo ao convite de Jesus: «Apascenta as minhas ovelhas»”. As palavras são do padre David Palatino ao iniciar a sua Missa Nova na Praça Santa Maria em Óbidos, testemunhada por cerca de 1500 pessoas, no passado dia 8. (ler notícia)

Equipas de Nossa Senhora celebram Dia do Setor

 

As Equipas de Casais de Nossa Senhora (ENS) do Setor de Caldas da Rainha encerraram as suas atividades do ano 2011-2012, no Parque dos Monges em Chiqueda – Alcobaça a 17 de junho. O convívio juntou os casais das equipas de Alcobaça, Benedita, Caldas, Óbidos e Peniche, e contou com a presença da Equipa de Jovens de Nossa Senhora, que com as suas famílias viveram um dia marcado pela partilha e oração. (ler notícia)

Feriado do Corpo de Deus celebrado nas Caldas por centenas de cristãos

Mais de 500 cristãos viveram a Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, popularmente conhecida como Corpo de Deus, pela última vez enquanto feriado, nas Caldas da Rainha a 7 de junho. As celebrações do Corpo de Deus iniciaram-se com a eucaristia solene na Igreja Nossa Senhora da Conceição, presidida pelos padres Joaquim Duarte e Luís Pedro, seguida de procissão pelas ruas da cidade e concluída com a Bênção do Santíssimo Sacramento no adro da Igreja. (ler notícia)

Teologia do Corpo do Papa João Paulo II em conferência

 

Peter J. Colosi, que ensina Filosofia e Teologia Moral em Filadélfia, nos Estados Unidos da América, foi o orador de uma conferência sobre o tema Teologia do Corpo, segundo o papa João Paulo II, no auditório da Igreja Paroquial de Caldas da Rainha a 22 de Maio. Este evento contou com a presença de uma intérprete, a qual traduziu para português as expressões do orador, proporcionando às centenas de cristãos presentes, dos diversos concelhos da região Oeste (ler notícia)

Visita aos reclusos da cadeia de Caldas

O pároco de Caldas da Rainha, cónego Joaquim Duarte presidiu a uma celebração litúrgica proclamando a Palavra de Deus aos reclusos do Estabelecimento Prisional de Caldas da Rainha, acompanhado pelos visitadores católicos e de outros cristãos da comunidade paroquial, no dia 25 de Abril. A celebração pascal teve lugar na sala de visitas do Estabelecimento Prisional, onde compareceram cerca de trinta reclusos. O sacerdote salientou a importância da Assistência Religiosa Católica nas Caldas da Rainha, considerando o encontro como “um sinal de alegria e de união com o Senhor”. (ler notícia)

Caldas dinamiza Cursilho de Cristandade de Senhoras

O Movimento dos Cursilhos de Cristandade de Caldas da Rainha, que abrange os diversos concelhos da região Oeste, realizou o 440º Cursilho de Senhoras da Diocese de Lisboa entre os dias 18 e 21 de abril em Fátima, em que pela primeira vez participaram duas dezenas de cursilhistas. A clausura de encerramento do cursilho juntou centenas de elementos do movimento no auditório do Centro Paroquial de Caldas da Rainha, num ambiente de saudável alegria que vibraram com os testemunhos dos novos membros. (ler notícia)

Palestra sobre Jesus Cristo clarifica caldenses

 

“Jesus Cristo: Mito, Realidade ou Utopia” foi o tema da palestra realizada pela Associação Cultural e Desportiva Sírius, no auditório da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, no dia 20 de abril, que teve como orador o padre Gonçalo Portocarrero de Almada, presbítero da prelatura do Opus Dei. A palestra foi moderada pelo padre Miguel Pereira, coadjutor da paróquia de Nossa Senhora do Pópulo, dando maior apoio à realização do evento. (ler notícia)

Responsáveis das Equipas de Jovens de Nossa Senhora visitam equipas do Oeste

A Equipa de Animação Nacional (EAN) do movimento das Equipas de Jovens de Nossa Senhora (EJNS) esteve reunida em Torres Vedras, no passado mês de fevereiro proporcionando aos equipistas do Oeste, referentes às equipas Caldas 3, Torres 14 e Torres 15, um momento em que prevaleceu a oração e o convívio. A visita ao Oeste pelos membros do Secretariado Nacional e responsáveis dos setores, que englobam as diversas equipas existentes no território (Lisboa, Porto, Cascais, Madeira e Expansão)... (ler notícia)

Paroquianos de Caldas iniciam o tempo litúrgico da Quaresma

A comunidade paroquial de Caldas da Rainha viveu o nascimento do tempo litúrgico de preparação para a Páscoa, uma caminhada de 40 dias marcada pela reflexão e oração, iniciada na celebração de Quarta-feira de Cinzas, na Igreja Nossa Senhora da Conceição, a 22 de fevereiro. No cerimonial de Quarta-feira de Cinzas, o rito da imposição de cinzas simboliza a conversão. Com o sinal do Batismo, a Igreja Católica aponta ao cristão o caminho da mudança de vida para regeneração da vida cristã. (ler notícia)

 

Paróquia das Caldas acolhe evento da Pastoral Familiar O VII Encontro Mundial das Famílias (EMF) que irá decorrer em Milão de 30 de maio a 3 de junho foi o tema numa ação de dinamização na paróquia de Nossa Senhora do Pópulo das Caldas da Rainha, no passado dia 29, que juntou algumas dezenas de pessoas vindas de vários pontos do concelho, de Peniche e da zona de Alcobaça. Com a organização do Setor da Pastoral Familiar do Patriarcado de Lisboa, este evento visava essencialmente apresentar as grandes linhas de força do VII EMF subordinado ao tema A Família, o Trabalho e a Festa... (ler notícia)

Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos O Papa Bento XVI convocou a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, um tempo de reflexão e oportunidade de encontro e oração, com o desejo de um“testemunho comum”, ao longo dos últimos oito dias, que a Paróquia Nossa Senhora do Pópulo de Caldas da Rainha viveu igualmente com especial atenção. Com o tema ‘Todos seremos transformados pela vitória de Jesus Cristo, Nosso Senhor’, inspirado numa carta bíblica do apóstolo São Paulo, esta iniciativa teve como finalidade permitir que “a oração que o próprio Senhor fez na Última Ceia, cresça até se tornar um imenso, unânime grito de todo o povo cristão, que pede a Deus o grande dom da unidade”, salientou Bento XVI. Para o líder mundial da Igreja Católica, a unidade “plena e visível dos cristãos”, impõe “uma conversão interior pessoal e comunitária”. (ler notícia)

Cardeal Patriarca inaugura ampliação da Igreja da Foz do Arelho

O sonho de diversas gerações da comunidade da Foz do Arelho, pertencente à Paróquia da Serra do Bouro está concretizado. D. José Policarpo, Cardeal Patriarca de Lisboa presidiu à Eucaristia de reabertura da Igreja Nossa Senhora da Conceição ao culto no passado dia 11, após nova ampliação promovida pelos membros da comunidade paroquial. Passadas várias décadas, o sonho de dotar esta comunidade cristã com uma igreja digna e acolhedora permitindo a comunidade paroquial, realizar a acção litúrgica, capaz de ser suporte logístico para uma maior acção sócio caritativa, contribuir para o bem-estar da população e uma mais-valia para quem visita ou procura na Foz do Arelho um local de lazer e descanso, tornou-se finalmente realidade. João Sá Nogueira, representante da Comissão da Igreja da Foz do Arelho, congratula-se pela presença do Patriarca de Lisboa, como “sinal da nossa comunhão com a Diocese e com toda a Igreja”... (ler notícia)